For Inspiration: “Blunt of Judah” by Nação Zumbi

Oldie, but goodie:

Eu tô bem na minha altura
Onde na fadiga do vento
É que o veneno circula
E o remédio nem deve saber
Que acabou o descanso
Pra encontrar a cura
Fêmea soñadora, seus devaneios
Me faz ver através das portas
E até atravessar espelhos

Tô no caminho do Blunt of Judah
Pra ficar sonhando depois que acordar(2x)

Interado com fumaça ativa
Flutuando sem nenhuma esteira
Em plena menção sativa
Escaneando o dia
Revelando a seqüência inteira
Se ligando pelos olhos e ouvidos
Verdadeira Odisséia na cera
Sempre ativo na interzona
Janela viva e acesa
Via erva santa sem amônia

Tô no caminho do Blunt of Judah
Pra ficar sonhando depois que acordar(2x)

O vermelho e o amarelo
Na quentura do véu
A fumaça era grande
E sumia no céu
Iluminismo no dubismo dos zumbis
A Babilônia não está tão longe
Pela quantidade que se consome
O paraíso dessa vez vem logo
Como um lugar sem nome

Tô no caminho do Blunt of Judah
Pra ficar sonhando depois que acordar(2x)

Year: 2002
Director: Ricardo Carelli and Joan Mazuquelli
Label: Trama
Production: Trama

Blunt of Judah by Nação Zumbi

Itamar Medeiros

Originally from Brazil, Itamar Medeiros currently lives in Germany, where he works as Lead Product Design Strategist at SAP and promotes User Experience Design as visiting lecturer at Köln International School of Design. Working in the Information Technology industry since 1998, Itamar Medeiros has helped truly global companies in several countries (Argentina, Brazil, China, Germany, Hong Kong, India, Mexico, The Netherlands, Poland, United Arab Emirates, United States) create great user experience through advocating Design and Innovation principles. During his 7 years in China, he championed the User Experience Design discipline as User Experience Manager at Autodesk and Local Coordinator of the Interaction Design Association (IxDA) in Shanghai

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.